‘Globo’ muda suas Chamadas em ‘2013’

*Texto original do blog Hipersessão

Escrito por Breno Bras


Mudar é preciso.Estamos em 2013, há 7 anos de 2020…o tempo não pára!!!…e o futuro já começou…o tempo vai deixando pessoas, histórias e hábitos para trás.Dá um F5, ou ficamos desatualizados perante ao novo.No mundo tecnológico, é assim, e no mundo da TV também.A novidade agora é que a TV Globo está virando uma metamorfose ambulante.Sob nova direção-geral, a emissora experimenta bastante no momento, sua própria publicidade.

TV Globo
As chamadas padrões, redondinhas, claras e objetivas com a voz agradável e inconfundível de Dirceu Rabello estão perdendo força.
De forma inédita, a recém estreada novela das 6 , “Jóia Rara” desde seus teasers, até a locução capítulo a capítulo estão a cargo da conceituada dubladora, Mabel Cezar, que também, por curiosidade, dá expediente como atriz na própria trama, vivendo a secretária Elvira, secretária de Ernest (José de Abreu).

As alterações não param por aí, os programas de auditório e humorísticos são anunciados pelo elenco, as trilhas sonoras de fundo, que identificam o que vai ao ar, em atrações como ‘A Grande Família’ e ‘Globo Repórter’ desapareceram.

Na verdade, como espectador, gostei muito pouco.Criatividade é uma coisa, patacoada é outra.Aquela chamada do Amistoso da Seleção Brasileira no Dia 7 de Setembro com a imagem de Dom Pedro revirando os olhos foi constrangedor, assim como essa semana um jogo entre ‘Cruzeiro x Botafogo’ propagado como uma “astrologia futebolística”…a constelação do Cruzeiro do Sul contra a estrela solitária do Botafogo…os astros revelam, o Brasileirão vai brilhar na tela da Globo…o resultado final foi ridículo e até infantil.


O muito pouco a que me referi se deve a chamada de ‘Tela Quente’ do inédito “Na Mira da Morte” em forma de mini-trailer, e daquelas produzidas para o ‘Globo Repórter” tirando claro a já comentada retirada de trilha de fundo.


Nem tudo é acerto também:das antigas quem não se recorda das criticadas propagandas da ‘Sessão da Tarde’, onde o texto era quase sempre o mesmo abusando do termo “Confusão”.

Mas, nada que se justifique o exagero e a afetação das chamadas atuais.

Dirceu Rabello, locutor oficial da Globo perde espaço na emissora
Foto:Reprodução/RD1
Quando surge uma chamada tradicional com Dirceu Rabello na sua integridade (porque a moda agora, é colocá-lo só no final) comemoro satisfeito com esse bonito trabalho de voz e perfeita edição, que querem confundir.

E eu que achava enfadonhas e fracas as chamadas do SBT e da Record, que salvo raras exceções, nunca têm muito a dizer, estou começando a crer que num futuro não muito distante, elas terão a Globo no mesmo patamar.


Por fim, o que mais me irrita são essas descaracterizações do “RG” da Globo nessas chamadas.
Chamar atenção é válido, mas só para quando, é algo interessante, e que tenha a estética e o bom gosto do plim-plim, não para deixar boquiaberto com bobagens e baboseiras como o anúncio “Portuguesa de Desportos x Vasco na Globo”…“um clássico da terrinha, ai Jesus” narrado em português de Portugal.

Chama o bom senso e o bom gosto de volta, Globo!

O que você acha disso?!
Dê a sua opinião!!!