‘A Próxima Vítima’ no ‘Canal Viva’:Hoje, 09/09/2013


A partir de 9 de setembro, estreia no VIVA uma das novelas de maior sucesso de todos os tempos: “A Próxima Vítima”, de Silvio de Abreu. A história que mobilizou o país em 1995 gira em torno de uma série de assassinatos misteriosos e a única pista é um velho Opala preto, visto nas cenas de todos os crimes.

Paralelo à trama policial, o folhetim mostra o núcleo familiar de Ana (Susana Vieira), dona de uma cantina italiana em São Paulo. A comerciante é amante de Marcelo (José Wilker) há 20 anos e tem três filhos com ele: Carina (Deborah Secco), Sandrinho (André Gonçalves) e Giulio (Eduardo Felipe). Marcelo é casado com a ricaça Francesca Ferreto (Tereza Raquel) e ainda tem um romance com a jovem e mau-caráter Isabela (Claudia Ohana). Enquanto o interesseiro apronta com suas mulheres, o meio-irmão dele, o feirante Juca (Tony Ramos), alimenta um amor secreto pela personagem de Susana Vieira.

Carina Carvalho Rossi (Deborah Secco) e Marcelo Rossi (José Wilker) (Foto: CEDOC/TV Globo)
Carina Carvalho Rossi (Deborah Secco) e 
Marcelo Rossi (José Wilker)

 
A mansão dos Ferreto é um cenário importante da novela. Filomena (Aracy Balabanian), a mais velha das quatro irmãs do clã, comanda a casa e os negócios da família. Fria e manipuladora, ela controla a vida do submisso marido, Eliseo (Gianfrancesco Guarnieri). Sob o mesmo teto, ainda moram Romana (Rosamaria Murtinho) e Carmela (Yoná Magalhães). As duas vivem situações polêmicas: a primeira tem uma relação de interesses com Bruno (Alexandre Borges) e a outra vive um romance com Adriano (Lugui Palhares), um homem muito mais jovem.

Filomena Ferreto Giardini (Aracy Balabanian) e Francesca Ferreto Rossi (Tereza Rachel) (Foto: CEDOC/TV Globo)Filomena Ferreto Giardini (Aracy Balabanian) e 
Francesca Ferreto Rossi (Tereza Rachel)
 
O racismo e a homossexualidade também são temas abordados na história. Um dos núcleos da novela retrata uma família negra de classe média alta, algo até então inédito na TV. Cléber Noronha (Antonio Pitanga) é casado com Fátima (Zezé Motta) e pai de Patrícia (Camila Pitanga), Sidney (Norton Nascimento) e Jefferson (Lui Mendes). O personagem de Lui é alvo ainda de preconceito em virtude de sua preferência sexual. Ele se relaciona com Sandrinho (André Gonçalves) e os dois enfrentam o drama de revelar a verdade aos seus pais e serem aceitos por suas famílias. A novela foi uma das primeiras a apresentar um casal homossexual.

Giulio Rossi (Eduardo Felipe), Sandro Rossi (André Gonçalves) e Ana (Suzana Vieira) (Foto: CEDOC/TV Globo)
Giulio Rossi (Eduardo Felipe), Sandro Rossi (André Gonçalves) e Ana (Suzana Vieira)

 
“A Próxima Vítima” estreia dia 9 de setembro, e vai ao ar de segunda a sexta, às 16h15 e à 1h45.

Fonte/Divulgação:Canal Viva